GABIÕES ARCELOR MITTAL BELGO BEKAERT

Definição

São elementos flexíveis fabricados a partir de rolos da tela de malha haxagonal de dupla torção com extremidades reforçadas que, quando preenchidos de pedra formam elementos prismáticos ou cilíndricos, usados em obras geotécnicas e hidráulicas.São elementos flexíveis fabricados a partir de rolos da tela de malha haxagonal de dupla torção com extremidades reforçadas que, quando preenchidos de pedra formam elementos prismáticos ou cilíndricos, usados em obras geotécnicas e hidráulicas.

Definição de Gabião

Origem do Gabião

O gabião vem da palavra italiana Gabbione, que significa um grande cesto para transporte de terra, adubos, etc...

O uso destes cestos já era muito difundido entre os egípcios que fizeram estruturas de contenção no rio Nilo com bambus trançados e cheio de pedras cerca de 5.000 anos a.c.. Os chineses também utilizavam a mesma técnica, há 1.000 anos a.c.

Os sacos aramados cheios de “pedras de mão” já era largamente utilizado quando os alemães inventaram a máquina que podia tecer redes metálicas com malha de dupla torção.

Foram os italianos que fizeram com que chegasse até a presente versão moderna do Gabião, através do uso militar em trincheiras e em obras de grande porte como canais, etc.

A partir daí, o que era feito artesanalmente, passou por um processo de industrialização, difundindo ainda mais sua utilização.

Em 1893 na província de Bologna, foi onde se utilizou pela primeira vez os gabiões, na sua concepção mais elementar, de forma cilíndrica e com rede metálica zincada a simples torção, para conter uma grande brecha no rio Reno, nos arredores da cidade.

O trabalho de 24.000 m³ foi feito durante o inverno e foi terminado em apenas 34 dias graças ao novo sistema utilizado.

O novo sistema provou ser de fácil execução em qualquer região ou época, rápido, com utilização de material disponível no local com o cascalho, seixos, britas, de estrutura flexível se adaptando muito bem ao leito do rio.

A partir desde momento a técnica do gabião encontrou um vasto campo de utilização, devido a sua capacidade de adaptação ao solo e resistência às solicitações.

No Brasil, o gabião foi implantado no ínicio da década de 60.

Características das telas de Gabiões

- Produzidas com arames de aço de baixo teor de carbono, redondos e denominados Bezinal (liga 95% Zn e 5% Al), com ou sem revestimento de PVC. - Malha hexagonal de dupla torção dos arames, obtida através do entrelaçamento por três vezes meia volta.

Características das malhas para Gabião

- Fabricadas com arame Bezinal (95% Zn e 5% Al), com ou sem revestimento de PVC, em malha de dupla torção.

Características das malhas para Gabião

Como são fabricado os Gabiões

- A partir de arames é fabricado rolo de tela de dupla torção, com bordas reforçadas.

Fabricação do Gabião

- O rolo é cortado pedaços,é bordado nas extremidades e emendado com outros pedaços, para montar uma caixa.

Fabricação do Gabião

- A caixa contém separações internas, sendo dividida em celas ao longo do comprimento por diafragmas colocados a cada metro.

Fabricação do Gabião

Tipos de Gabiões

- Tipo Caixa

Gabião Tipo Caixa

É a peça de formato paralelepípédico constituída por pedaços de redes que formam: a base, as paredes verticais no sentido do comprimento e a tampa; eventualmente a tampa pode ser fornecida em separado.

As paredes verticais nas extremidades do comprimento da peça (testeiros) devem ser presas à tela de base, por processo mecânico de torção ou através de fio em espiral continua, de forma a garantir a perfeita união e articulação entre as telas.

Normalmente a caixa é dividida em celas ao longo do comprimento por diafragmas colocados a cada metro e presos à peça principal através de fio espiral continuo

Gabião Tipo Caixa

Tipos de Gabiões

- Tipo Colchão

Gabião Tipo Colchão

É a peça de forma paralelepipédico de pequena altura constituída por pedaços de redes formando a base, as paredes verticais no sentido do comprimento e as extremidades.

O colchão é dividido em celas ao longo do comprimento por diafragmas colocados a cada metro e presos à peça de base através de fio em espiral.

A tampa de tela é fornecida separadamente

Gabião Tipo Colchão

Tipos de Gabiões

- Tipo Saco

Gabião Tipo Saco

O saco é constituído de um único pano de tela de forma retangular que, quando da montagem, é enrolado de modo a ser unir aos lados maiores do retângulo vindo estes a assumir forma cilíndrica.

Nas bordas livres das extremidades é passado alternadamente pelas malhas um fio de diâmetro maior que aquele usado na malha da tela, objetivando reforçar as extremidades e possibilitar, ao puxar-se os mesmos, que as extremidades sejam lançadas e a peça formada

Gabião Tipo Saco

Tipos de Gabiões

- Tipo Rede

Gabião Tipo Rede

Gabião Tipo Rede

Principais aplicações

  • Contenção de margens em rios e canais;
  • Revestimento de margens de cursos d’água;
  • Proteção do encontro de aterros com pontes;
  • Proteção a pilares de pontes;
  • Obras auxiliares nas grandes barragens;
  • Barragens de assoreamento e controle de enchentes;
  • Ensecadeiras e corta-rios;
  • Obras marítimas: construção de cais, espigões e proteção de praias;
  • Muros de arrimo;
  • Controle da erosão de solos.

Informações necessárias para uma obra de qualidade em estrutura de Gabiões.

Dimensionamento

  • Analise criteriosa do local
  • Certificação de presença d’água
  • Sondagem
  • Vegetação
  • Tipo de solo
  • Ruptura e trinca
  • Assoreamento
  • Desassoreamento

Critérios para fiscalização de obras em gabiões

  • Utilização de gabaritos bem feitos
  • Inclinação do mudo de acordo com projeto -3° a 6°
  • Enchimento a cada 1/3, 2/3 e 3/3 com tirantes bem amarrados dando assim uma maior rigidez na estrutura
  • Não deixar vazios nas caixas, procurar encher bem as peças
  • Assentamento dos gabiões conforme projeto
  • Fiscalização criteriosa do reaterro, pois o mesmo é diretamente proporcional ao dimensionamento do gabião
  • Controle do uso do geotêxtil, para não torná-lo impermeável, criar pré-filtro areia/brita

Como detectar problemas em obras de gabiões

  • Quando aparecer deformações, verificar se os tirantes estão arrebentados, pois o mesmo é que dão rigidez a estrutura a gabião
  • Verificar o reaterro
  • Verificar o filtro drenante
  • Procurar a causa da deformação, podendo com isso, fazer contra-forte, aumentar a seção, etc
  • Verificar se não há fuga de material
  • Verificar recalque na estrutura

Características das telas de Gabiões

Gabiões Belgo

Gabiões Belgo
 

Gabiões Belgo Informe Técnico

Gabiões Belgo Informe Técnico

Fios e Cordoalhas para Concreto Protendido

Fios e Cordoalhas para Concreto Protendido

Dramix

Dramix
 


 

Para mais informações consulte os sites: www.arcelormittal.com e www.belgobekaert.com.br